segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Especial: 1 ano sem Leblon

Em Mauá, um sistema começa à ser armado, a entrada da empresa Suzantur. A prefeitura anuncia o cancelamento do contrato da Viação Cidade de Mauá e da Leblon Transporte de Passageiros no dia 18 de outubro de 2013 e o principal motivo seria que as duas teriam invadido o sistema de bilhetagem sem permissão da prefeitura.

PRONUNCIAMENTO DA PREFEITURA: “CONCEDO a liminar, para o fim de suspender os efeitos de eventual decisão administrativa que, declarando a caducidade, venha a impedir a continuidade das operações da impetrante dentro de seu objeto contratual. Por consequência, fica prejudicada a contratação emergencial doutra empresa, acima mencionada, até o julgamento deste mandado de segurança”

http://goo.gl/ymM7D3
(Fonte da imagem: Anderson Veloso)
A população se revolta por causa da operação da empresa Suzantur no lote 1 e provocam vandalismos nos ônibus os queimando, isso para protestar contra a decisão da prefeitura.

(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
Depois em 30/10/2013 a administração da prefeitura teve seu pedido de retirada da empresa Leblon negada pela justiça, o motivo dado pela justiça é que estavam tentando interferir sem permissão no processo do caso, assim a prefeitura foi multada.

(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
O processo do caso gerou a conclusão que a Suzantur deveria sair da cidade e a Viação Cidade de Mauá deveria voltar normalmente à sua operação, já a Leblon já estava garantida em seu serviço.

(Fonte da imagem: Kaique Freitas)
E o negócio foi se repetindo constantemente até que Donisete Braga prefeito de Mauá consegue recurso para a saída da Leblon. Tribunal de Justiça atende pedido da prefeitura e com base em sindicância que apurou supostas invasões no sistema de bilhetagem eletrônica, derrubando a liminar que mantém a Leblon operando na cidade.

(Fonte da imagem: Ônibus e Curtição)
A Suzantur começa tomar aos poucos o lugar da Leblon, para isso precisou de mais ônibus pois apenas os da falida Oak Tree de São Paulo não bastavam. Então um fator que ligou muito Baltazar José de Souza à Suzantur ocorreu, a aquisição dos ônibus da Estrela de Mauá.

(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
E assim Suzantur começou a adquirir ônibus usados de muitas empresas diferentes. Além disso foi tomando cada vez mais as linhas do lote 1 e 2 da cidade até que Leblon consegue novamente autorização na justiça para operar em todo seu lote e a decisão também manda Suzantur sair.

(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
A prefeitura resiste em retirar a empresa de operação, então plantão judiciário é acionado para que finalmente a prefeitura obedeça.

(Fonte da imagem: Ônibus e Curtição)
De repente no dia 28/12/2013 Donise Braga manda Leblon sair de Mauá, dizendo que tinha conseguido mandato na justiça para retirar a empresa, só que foi no período de férias do judiciário, onde casos do tipo sempre são adiados para depois das férias.

(Fonte da imagem: Igor Dias)
Já no dia 29, os ônibus da Leblon começam operar pela manhã mas imediatamente são recolhidos pela prefeitura para o patio. E essa foi a última operação da Leblon em Mauá.

(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
Suzantur é desrespeitada o tempo todo pela população de Mauá, seus serviços e sua operação são o tempo todo julgadas como ruins e sua qualidade sempre é horrorosa. Até que a justiça tem duas decisões opostas ao mesmo tempo o que deu muita esperança do retorno da Leblon, mas não ocorreu.

(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
Após então, o ano de 2014 foi se passando com a Suzantur sendo totalmente massacrada e desrespeitada pela critica da população mauaense. Essas criticas foram muito pesadas até o dia em que a esperança do retorno da Leblon se foi assim que ela vendeu seus ônibus.

(Fonte da Imagem: O Blumenauense)
E assim foi que se encerrou a vida em Mauá, da melhor empresa que já operou na cidade. E isso não é só opinião, seus ônibus eram todos 0Km assim que chegaram e foram muito bem conservados com todo tempo de uso, sempre pareciam novos. A empresa agradava cerca de 92% da população da cidade, e até protestos foram feitos contra as decisões da prefeitura (http://goo.gl/MnPT1M).

Infelizmente ceguei em uma conclusão, que a prefeitura quis eliminar a concorrência de Baltazar e assim manter o monopólio na cidade, que já é mais de 20 anos. Foi a maior injustiça que ocorreu nos transportes de Mauá, a Leblon tinha provas de que foi autorizada à entrar no sistema de bilhetagem e o prefeito não concedeu a autorização para uma nova revisão neste sistema, tudo indicando que é mentira a acusação.

Só temos à agradecer à Leblon e votar consciente em 2016, pois isso agrediu não somente a Leblon, e sim, principalmente, o povo de Mauá.

domingo, 28 de dezembro de 2014

Com tarifa de R$3,50, cidade de São Paulo dará passe-livre para estudantes

Tarifa de ônibus em São Paulo passa a ser de R$ 3,50 a partir de 6 de janeiro.
(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
ADAMO BAZANI- CBN: A prefeitura de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, dia 26 de dezembro de 2014, um dia depois do Natal, quando muita gente nem na cidade está e tão pouco acompanhando noticiário, aumento para R$ 3,50 na tarifa básica dos ônibus municipais. A administração instaurou também passe-livre para estudantes da rede pública e para quem está na rede privada, mas é considerado de baixa renda. No caso, são incluídos estudantes universitários de cotas e que contam com financiamentos como Prouni e Fies.
A administração não vai mexer no valor dos bilhetes únicos semanal e mensal para deixar a modalidades mais atrativas.
Em nota, a prefeitura de São Paulo informou que mil ônibus com ar condicionado serão colocados em 2015 no sistema e acrescentou que a bandeirada dos táxis também aumenta a partir de 6 de janeiro.
Apesar de o reajuste ser considerado necessário por especialistas em finanças públicas e ser menor do que se fosse aplicada a inflação desde 2011, a data do anúncio foi uma tática da administração para reduzir o impacto da notícia na opinião pública.
Confira a nota na íntegra:
“A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMT) e da São Paulo Transporte (SPTrans), concluiu os estudos para definição das novas tarifas dos ônibus na cidade, cujos preços estão congelados há quatro anos. A Prefeitura decidiu implantar o passe livre para 505 mil estudantes, sendo aproximadamente 360 mil alunos da rede pública e 145 mil matriculados na rede particular de ensino, mas de baixa renda, incluindo os que fazem cursos no nível superior. Os critérios para definição de baixa renda já foram estabelecidos em legislação aprovada pela Câmara Municipal.
A partir do próximo dia 6 de janeiro de 2015, terça-feira, a tarifa básica de utilização dos serviços do transporte coletivo municipal será de R$ 3,50. Já as tarifas do bilhete único nas modalidades mensal, semanal e diário (com validade de 24 horas) permanecerão congeladas nos valores atuais, vigentes desde a implantação dos benefícios pela atual administração, em 2013 e 2014 (confira os valores abaixo).
O valor do bilhete único integrado com o Metrô e os trens da CPTM será de R$ 5,45. Com todas as gratuidades, incluindo o passe livre para os estudantes, o reajuste médio de tarifas ficou em 7,92%.

A tarifa de ônibus em São Paulo custa R$ 3,00 desde 5 de janeiro de 2011. O novo valor, de R$ 3,50, tem reajuste inferior à inflação do período.
Por meio da SPTrans, a Prefeitura publica na próxima segunda-feira (29) a nova versão da planilha tarifária do sistema, com informações detalhadas sobre o aumento e suas motivações. Os dados serão disponibilizados no site da SMT no Portal da Prefeitura, com total transparência para os cidadãos paulistanos.
A planilha contém dados e indicadores operacionais do sistema de transporte municipal. Nela é possível saber quem paga a conta do transporte coletivo, quem ganha com a operação do sistema e quanto a cidade gastaria a mais se não existisse transporte coletivo por ônibus em São Paulo.
Passe Livre
Com a implantação do passe livre, serão beneficiados aproximadamente 505 mil estudantes, sendo 360 mil da rede pública e 145 mil da rede privada. A Prefeitura atende, assim, uma antiga reivindicação da comunidade e dos jovens.
Rede de Transporte na Madrugada
Nos próximos meses, a Prefeitura passará a oferecer uma nova rede de transporte para os trabalhadores e estudantes que se utilizam dos ônibus na madrugada, com maior frequência e menos tempo de espera nos pontos.
Recarga de Bilhete nos Ônibus
Também para os próximos meses está prevista a implantação pela SPTrans da recarga do bilhete único dentro dos ônibus. Os validadores estão sendo atualizados e, neste mês de dezembro, mais de mil ônibus já contam com o novo equipamento. Com isso, o usuário não perderá tempo em filas para a compra de créditos.
Ônibus Novos, com Ar-Condicionado e Wi-fi
Serão entregues mais de 1.000 ônibus novos na cidade, equipados com ar-condicionado e wi-fi, além de novas tecnologias.
Novos valores a partir de 06/01/2015
Bilhete Único Comum – Tarifa: R$ 3,50
Integração Metrô/Trem – R$ 5,45
Valores dos bilhetes mensal, semanal e diário serão mantidos
Bilhete Único Mensal : R$ 140,00
Bilhete Único Semanal : R$ 38,00
Bilhete Único Diário : R$ 10,00
Os valores do Vale-Transporte seguem os mencionados acima. Estudantes pagam meia nessas modalidades.
Bilhete Único Integrado Mensal – R$ 230,00
Bilhete Único Integrado Semanal – R$ 60,00
Bilhete Único Integrado Diário – R$ 16,00



Por: Daniel Santana

sábado, 27 de dezembro de 2014

Tarifa de ônibus sobe para R$ 3,00 em Salvador

Tarifa passa a ser de R$ 3,00 a partir de 1º de janeiro.
(Fonte da imagem: Felipe Pessoa de Albuquerque)
ADAMO BAZANI – CBN: A partir do dia 1º de janeiro de 2015, a tarifa de ônibus municipal em Salvador passa dos atuais R$ 2,80 para R$ 3,00.
O último reajuste foi aplicado em 2011 e aumento está abaixo do índice acumulado de inflação.
Mesmo assim, a prefeitura diz que vai exigir contrapartidas das empresas vencedoras da mais recente licitação que dividiu o sistema em três lotes.
Até o final de janeiro devem ser colocados 700 ônibus zero-quilômetro. O edital prevê 2 mil 500 ônibus novos de um total de três mil na cidade. Os 1 mil 800 restantes serão substituídos à medida que a idade útil da atual frota for alcançando dez anos.
O poder público também exige a instalação de GPS nos ônibus com a possibilidade de os passageiros poderem consultar por aplicativos a localização do coletivo e a previsão do tempo de chegada em determinado ponto de parada. Está também nos planos da prefeitura a instalação de totens eletrônicos para informar sobre as linhas que passam pelo local e o tempo de espera.
Além disso, devem ser retornados os serviços de micro-ônibus executivos com padrão de poltronas rodoviárias e ar-condicionado.
Depois da licitação, o sistema de Salvador foi dividido pelos seguintes consórcios:
– Subúrbio: região atendida pelo Consórcio Plataforma, formado pelas empresas Praia Grande, Axé, Boa Viagem e Joevanza. A cor dos ônibus será amarela. A outorga paga pelas empresas foi de R$ 35 milhões 480 mil.
– Centro ou “miolo” de Salvador: área atendida pelo Consórcio Ótima, formado pelas empresas São Cristóvão, Expresso Vitória, Modelo, RD, Transporte Sol, Triunfo, União e Unibus Bahiax. Os ônibus serão de cor verde. A outorga paga pelas empresas foi de R$ 86 milhões 377 mil.
– Orla: região operada pelo Consórcio Salvador Norte composto pelas empresas BTU, ODM, Verde Mar e Viação Rio Verde. A cor dos ônibus será azul. A outorga para operação foi de R$ 57 milhões 899 mil.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

São Paulo terá passeio de graça em Ônibus Natalinos

São Paulo contará neste domingo com dez ônibus enfeitados que vão proporcionar passeios gratuitos.
(Fonte da imagem: Divulgação da SPUrbanuss)
ADAMO BAZANI – CBN: Que tal sentir o brilho do Natal na cidade de São Paulo? E muito mais que isso: fazer parte dele.
Uma das oportunidades para isso será neste domingo, dia 21 de dezembro de 2014.
Dez ônibus especialmente decorados com temas natalinos e com iluminação especial vão realizar um passeio gratuito pela cidade.
A partir das 19h30, os veículos sairão do Sambódromo do Anhembi, vão passar pela Praça Campode Bagatelle, na zona Norte de São Paulo, e por vias importantes e que viraram pontos de visitação na cidade nesta época, como avenida Pacaembu, avenida Paulista, Avenida Brigadeiro Faria Lima até o Terminal Pinheiros. Haverá paradas durante o trajeto.
Os ônibus prestam serviços durante a semana também enfeitados, mas com cobrança de tarifa normal de R$ 3,00. Como não estão escalados neste domingo, estes veículos estarão a mais nas ruas e não haverá alteração na frota prevista para o dia.
A iniciativa é do SPUrbanuss, sindicato que reúne as empresas de ônibus da capital paulista, em parceria com a prefeitura. O passeio será de graça para a população e, segundo o sindicato, para o poder público também não haverá custos, já que as empresas não serão remuneradas pelos passeios. As catracas estarão lacradas.
As empresas que vão disponibilizar os ônibus iluminados são: Viação Cidade Dutra, Gatusa, Gato Preto, Transkuba, Via Sul, VIP e Sambaíba Transportes Urbanos.
Em nota, o SPUrbanuss diz que há outras atrações nos ônibus, como simulação de neve com bolas de sabão. Os veículos tiveram de atender normas de segurança:
“Além da tradicional decoração com luzes de LED e letreiros com mensagens de “Boas Festas” e “Feliz Natal”, um dos ônibus contará, ainda, com uma máquina de bolas de sabão, luzes estroboscópicas e áudio externo. Todos os veículos iluminados possuem autorização e revisão de equipamentos, segundo exigências da SPTrans, para que os equipamentos elétricos externos funcionem sem comprometer o veículo, a operação da linha e a saúde dos usuários.”
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

Feliz Natal 2014

O blog Busologia Total deseja aos busológos e à todos um ótimo e feliz natal.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Catálogo de Ônibus 2014

Um catálogo com todos os chassis e carrocerias do ano de 2014 foi publicado pela Motorpress Transporte Mundial em uma edição especial de ônibus. Como diz na capa o catalogo traz 78 chassis e 54 carrocerias diferentes de todo Brasil.
Abrindo as primeiras páginas você já vê duas páginas com a foto de muitos ônibus rodoviários de varias empresas. Acima a frase "Faça parte deste grupo inovador".
Os chassis podem ser bem analisados já que a revista mostra de cada chassi seu trem de força, a especificação de seu tipo, os pneus, os freios, os entre-eixos e sua suspensão podendo assim saber quais são os mais ou os menos potentes.
Depois você confere todas as carrocerias do ano, de todas as marcas do mercado. Cada carroceria é descrita em detalhes e são informadas suas aplicações, seus chassis disponíveis, sua altura, largura e comprimento.
Então o catálogo é encerrado com a seguinte frase em sua capa traseira: "Inovação faz parte da nossa identidade.". Abaixo desta frase varias palavras de inovação de transporte formando um tato.

Atenção isto não é patrocínio mas é apenas algo que chamou minha atenção e pensei em compartilhas com vocês.

Imagens capturadas por Busologia Total.

Por: Daniel Santana

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Câmara aprova orçamento de São Paulo. Mobilidade urbana terá mais recursos

Câmara aprova Orçamento do Município em sessão extraordinária. Corredores de ônibus e subsídios às empresas receberão uma boa parte dos recursos públicos.
(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
ADAMO BAZANI – CBN: Após mais de três horas de discussão, a Câmara Municipal aprovou no início da noite desta sexta-feira em sessão extraordinária, o Orçamento de São Paulo para 2015, apresentado pelo prefeito Fernando Haddad.
A prefeitura prevê arrecadar no ano que vem R$ 51,39 bilhões. O valor é R$ 61 milhões a mais do que a previsão inicial.
“R$ 30 milhões são provenientes de um contrato da prefeitura com o Banco do Brasil, que passou de R$ 550 milhões para R$ 580 milhões. Os outros R$ 31 milhões são por conta do prazo do PPI (Programa de Parcelamento Incentivado), aprovado ontem aqui na Câmara (PL 384/2014). Poderia aderir ao parcelamento quem tinha dívida ativa até o ano de 2012 e agora passou para 2013”, explicou o vereador Ricardo Nunes (PMDB), relator do orçamento, em nota da Câmara Municipal.
O orçamento tem várias fontes, como arrecadação de impostos, pagamento de dívidas à prefeitura, multas e transferências do Estado e do Governo Federal.
Destes R$ 51,39 bilhões, a administração pretende usar R$ 7,8 milhões para investimentos.
As áreas que tiveram aumentos mais significativos de previsão de recursos são drenagem (48%), moradia (47%) e mobilidade urbana (375)
CORREDORES DE ÔNIBUS:
Somente para os transportes, devem ser destinados R$ 1,034 bilhão em investimentos, principalmente para a reforma e construção de corredores de ônibus. A meta da gestão é entregar até 2016, 150 quilômetros destes espaços que, se bem planejados e forem mesmo do modelo de trânsito rápido (BRT) oferecem mais conforto aos passageiros nos embarques e desembarques com estações em vez de pontos comuns, áreas de ultrapassagem, aumento na velocidade operacional dos ônibus e real separação dos demais veículos.
A licitação dos corredores sofreu atrasos e teve de ser desmembrada após parecer do TCM – Tribunal de Contas do Município que entendeu que a prefeitura, à época, não comprovou a origem dos recursos para estas vias de ônibus.
SUBSÍDIOS ÀS EMPRESAS DE ÔNIBUS:
Ainda em relação aos transportes, está no Orçamento do Município de São Paulo a previsão do pagamento de R$ 1,4 bilhão como subsídio às empresas e cooperativas de ônibus.
O valor é o mesmo previsto para este ano. No entanto, como em 2013 houve congelamento da tarifa e neste ano, de eleições, não houve aumento, este valor em 2014 deve chegar a R$ 1,7 bilhão.
Com este orçamento de R$ 1,4 bilhão em subsídios, a prefeitura indica que a passagem de ônibus já no início de 2015 deve ser definida em torno de R$ 3,40.
TEG – TRANSPORTE ESCOLAR GRATUITO:
Também houve aumento nas verbas destinadas ao financiamento do TEG – Transporte Escolar Gratuito prestado por donos de vans, miniônibus e micro-ônibus.
Os recursos para o TEG aumentaram em R$ 20 milhões, passando de R$ 128 milhões para R$ 148 milhões em 2015.
O Projeto de Lei (PL) 467/2014, que define o orçamento da cidade para o próximo ano, teve 41 votos favoráveis e nove contrários.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Rio de Janeiro contrata auditoria para transportes e estuda premiar empresas de ônibus eficientes

Prefeitura contrata empresas de auditoria e deve mudar modelo de remuneração dos transportes.
(Fonte da imagem: Erik Ferreira)
ADAMO BAZANI – CBN: O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, declarou nesta quinta-feira, 18 de janeiro de 2014, que estuda mudar a remuneração das empresas de ônibus.
Para isso, a cidade já contratou duas empresas que vão auditar os custos de operação dos consórcios que reúnem as viações.
Segundo Eduardo Paes, no Conselho da Cidade, é necessário atualizar os valores de custos e lucro das empresas.
Uma das propostas é criar mecanismos que punam as empresas por maus serviços, mas outros mecanismos que “premiem” as viações que conseguem operar melhor. Uma das vantagens estudadas é aumentar a remuneração das empresas que conseguirem reduzir custos sem comprometer a qualidade e o cumprimento do número de partidas.
Em outubro de 2015, os contratos das empresas de ônibus devem ser revistos.
“Há problemas estruturais no nosso modelo de transporte. A gente acaba fazendo a conta da tarifa pelas despesas da empresa. Ao remunerá-las pelo custo, o modelo implementado no Brasil não força as empresas a reduzir custos. Tem empresa que é bem gerenciada, mas tem empresa que vai mal. Então, o povo paga o custo da que é mal gerenciada. Nessa revisão tarifária de outubro, queremos avançar para que a eficiência do concessionário possa ser remunerada”, disse Paes, durante reunião do Conselho da Cidade, segundo a Agência Brasil.
Paes disse que no início de janeiro, haverá aumento nas tarifas de ônibus municipais ainda seguindo a atual planilha de custos. O prefeito não adiantou o valor das passagens.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

domingo, 21 de dezembro de 2014

Com frota pública e tarifa-zero, Maricá quebra monopólio dos transportes

Maricá, hoje a maior cidade do país a oferecer tarifa-zero nos transportes. Com serviços, monopólio de empresa foi quebrado. Nossa Senhora do Amparo continua operando.
(Fonte da imagem: Divulgação da prefeitura de Maricá)
ADAMO BAZANI – CBN: Com aproximadamente 150 mil habitantes e ao custo de R$ 700 mil por mês, segundo a prefeitura, a cidade de Maricá, no litoral do Rio de Janeiro, tornou-se nesta quinta-feira, dia 18 de dezembro de 2014, a maior cidade do País a oferecer tarifa-zero no sistema de ônibus.
A tarifa-zero, segundo o prefeito Washington Luiz Cardoso Siqueira, tem como objetivos ampliar o acesso aos transportes e quebrar o monopólio dos ônibus na cidade.
Há cerca de 40 anos, os serviços são prestados pela Viação Nossa Senhora do Amparo, que continua operando normalmente na cidade. A tarifa é de R$ 2,70 nesta empresa.
Os ônibus que transportam gratuitamente a população são de frota própria, da EPT – Empresa Pública de Transporte, autarquia responsável pelo gerenciamento e agora parte da operação do sistema.
A prefeitura, por meio de nota, explicou como é o funcionamento desta frota, que conta atualmente com dez veículos. Mas a previsão é de aumento, com a colocação no sistema de vans e micro-ônibus também do poder público, para serviços alimentadores. Com a implantação do sistema alimentador, o custo mensal de operação deve passar a ser de R$ 1,3 milhão.
“Dez veículos – equipados com ar condicionado, sensores de portas (somente trafegam com as portas fechadas) e elevadores para deficientes físicos – circulam com intervalos de 20 minutos, das 5h às 22h. No período de menor movimento (22h às 5h), os ônibus funcionam com intervalos de uma hora. Os pontos de partida são na Rua Barão de Macaúba, em frente à Escola Municipal João Monteiro, no Recanto, e na Praça de Ponta Negra (Rua São Pedro Apóstolo). Outros três ônibus funcionam como reserva e quatro encontram-se ainda em linha de montagem no fabricante. Um reboque também foi adquirido e está disponível para utilização. O investimento do município até o momento foi de R$ 4,8 milhões. O controle de passageiros nos veículos será feito por catracas instaladas na parte dianteira (os passageiros entrarão pela porta dianteira e sairão pela porta traseira). Todos os veículos possuem portas centrais com elevadores, exclusivos para embarque e desembarque de cadeirantes. A capacidade máxima dos coletivos é de 43 passageiros sentados e 43 em pé. A equipe da EPT conta com 30 motoristas e quatro despachantes, além de manobreiro (2), inspetor de tráfego (2), consultor de operações (2), consultor de manutenção (2), auxiliar de controle de frota (1), almoxarife (1) e abastecedor (1). Ao todo, 45 pessoas compõem o quadro de funcionários da autarquia municipal.” – explica a nota da prefeitura.
Os ônibus gratuitos ligam as regiões do Recanto e Ponta Negra em quatro linhas, principal eixo que corresponde a 70% dos deslocamentos na cidade.
O prefeito disse que o custeio dos transportes, incluindo a manutenção da frota pública, acaba sendo financeiramente vantajosa para a cidade. Apenas em vale-transporte de funcionários, o poder público alega que gasta R$ 400 mil, enquanto para manter a tarifa-zero, a cidade vai desembolsar R$ 700 mil. Essa diferença, acredita o prefeito, será compensada com o maior movimento na economia da cidade e com menos gatos das empresas no transporte de trabalhadores.
Os ônibus operam 24 horas por dia. Confira as linhas:
Linha 1– RECANTO X PONTA NEGRA (via Manoel Ribeiro)
– Rua Barão de Macaúba (ponto de partida em frente à Escola Municipal João Monteiro) – RJ-102 (Rua Engenho Domingos Barbosa) – Avenida do Canal – Rua João Goulart – Rua Antônio Modesto de Sá – Praça do Barroco – Avenida Zumbi dos Palmares – Rua Van Lerbergue (antiga Rua 34) – Rua Professor Cardoso de Menezes (Terminal Rodoviário de Itaipuaçu) – Estrada Carlos Mariguela – Estrada de Itaipuaçu – Travessa Campos – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá – Avenida Roberto Silveira – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – RJ-118 (Estrada de Ponta Negra) – Rua São Pedro Apostolo – Praça de Ponta Negra;
Linha 2 – RECANTO X PONTA NEGRA (via Cordeirinho)
– Rua Barão de Macaúba (ponto de partida em frente à Escola Municipal João Monteiro) – RJ-102 (Rua Engenho Domingos Barbosa) – Avenida do Canal – Rua João Goulart – Rua Antônio Modesto de Sá – Praça do Barroco – Avenida Zumbi dos Palmares – Rua Van Lerbergue (antiga Rua 34) – Rua Professor Cardoso de Menezes (Terminal Rodoviário de Itaipuaçu) – Estrada Carlos Marighella – Estrada de Itaipuaçu – Travessa Campos – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá – Avenida Roberto Silveira – Rua Abreu Sodré – Avenida Vereador Francisco Sabino da Costa – Rua Abreu Rangel – Rua Domício da Gama – Rua Alferes Gomes – Avenida Nossa Senhora do Amparo – Avenida Ivan Mundin – Rua João Saldanha – Rua 12 – Avenida Central – Avenida Maysa – RJ-102 (Avenida Beira Mar) – Rua São Pedro Apostolo – Praça de Ponta Negra;
– Linha 3 – PONTA NEGRA x RECANTO (Via Cordeirinho)
– Praça de Ponta Negra – Rua São Pedro Apostolo – RJ-102 (Avenida Beira Mar) – Rua 114 – Avenida Beira da Lagoa – Rua 43 – Avenida Maysa – Rua 13 – Rua João Saldanha – Avenida Ivan Mundin – Rua Azamor José da Silva – Rua Padre Arlindo Vieira – Rua Clímaco Pereira – Rua Domício da Gama – Rua Senador Macedo Soares – Praça Conselheiro Macedo Soares – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá – Avenida Roberto Silveira – Rua Abreu Sodré – Avenida Vereador Francisco Sabino da Costa – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Retorno (KM 29) – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Retorno no Spar – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Travessa Campos – Estrada de Itaipuaçu – Avenida Carlos Marighella – Rua Professor Cardoso de Menezes (Terminal Rodoviário de Itaipuaçu) – Rua Van Lerbergue (antiga Rua 34) – Avenida Zumbi dos Palmares – Praça do Barroco – Rua Antônio Modesto de Sá – Rua João Goulart – Avenida do Canal – RJ-102 (Rua Eng. Domingos Barbosa) – Rua Barão de Macaúba (ponto final em frente à Escola Municipal João Monteiro);
Linha 4 – PONTA NEGRA x RECANTO (Via Manoel Ribeiro)
– Praça de Ponta Negra – Rua São Pedro Apostolo – RJ-118 (Estrada de Ponta Negra) – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Retorno no KM 28 – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá – Avenida Roberto Silveira – Rua Abreu Sodré – Avenida Vereador Francisco Sabino da Costa – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Retorno (KM 29) – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Retorno no Spar – RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto) – Travessa Campos – Estrada de Itaipuaçu – Avenida Carlos Marighella – Rua Professor Cardoso de Menezes (Terminal Rodoviário de Itaipuaçu) – Rua Van Lerbergue (antiga Rua 34) – Avenida Zumbi dos Palmares – Praça do Barroco – Rua Antônio Modesto de Sá – Rua João Goulart – Avenida do Canal – RJ-102 (Rua Eng. Domingos Barbosa) – Rua Barão de Macaúba (ponto final em frente à Escola Municipal João Monteiro);

A prefeitura também acredita que a frota pública vai obrigar a empresa Nossa Senhora do Amparo a melhorar os serviços.
O Blog Ponto de Ônibus não localizou nenhum representante da companhia de ônibus para se pronunciar.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

sábado, 20 de dezembro de 2014

Vídeo de notícias sobre ônibus é o novo vídeo do M Moura

Quer saber sobre notícias da página Os Melhores Ibus do Mundo então veja o novo vídeo postado em nosso canal parceiro M Moura.


Boa notícia: Estudante do ABC terá passe livre a partir de janeiro

ABC terá passe livre para estudantes. Diadema, no entanto, é a única cidade da Região que ainda avalia se dará gratuidade para estudantes.
(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
NICOLE BRIONES E ROSÂNGELA DIAS: Bandeira histórica do movimento estudantil, o passe livre no transporte público municipal será uma realidade a partir do dia 05 de janeiro nas cidades do ABCD e na Capital. Diadema ainda avalia a possibilidade da concessão do benefício. Os prefeitos devem alinhar a proposta na segunda-feira (22/12), no Consórcio Intermunicipal, data em que será divulgado também o valor da nova tarifa.

Ainda na segunda, o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, deve anunciar na cidade a gratuidade integral do transporte nas linhas municipais aos estudantes, em reunião programada  com os movimentos sociais e estudantis. A medida será realizada por meio de decreto do Executivo.

As tratativas para a criação da gratuidade foram confirmadas nesta quinta-feira (18/12) durante reunião do Consórcio Intermunicipal, entidade que reúne os prefeitos da Região. Presidente do Consórcio, Marinho destacou que os prefeitos estão estudando as planilhas de custos para viabilizar a criação do benefício, que terá influência direta no valor final da nova tarifa regional.

“Queremos bater o martelo até segunda sobre qual será o valor da tarifa e se o passe livre integral está incluído ou não. Mas temos que respeitar eventuais especificidades dos municípios. Diadema, por exemplo, tem uma bolsa transporte para um segmento de baixa renda. Algumas cidades tem subsídio para transporte, como São Bernardo, e outras não.”

Atualmente, São Bernardo subsidia R$ 0,20 da tarifa municipal, o que possibilita a unificação com as demais cidades da Região em R$ 3.  A única exceção é Rio Grande da Serra, onde a passagem custa R$ 2,90. Em Diadema, a Prefeitura conta com o Programa de Renda Mínima para transporte gratuito de 1.493 alunos de baixa renda. Nesse caso, a Administração paga 50% dos custos e as empresas os outros 50%.

O passe livre será concedido para alunos da rede pública e para estudantes de baixa renda beneficiários de programas como o Prouni (Programa Universidade para Todos). A possibilidade de estender a tarifa zero para alunos da rede privada está em avaliação. Osasco e Guarulhos também devem conceder a gratuidade.

Fonte: ABCD Maior

Por: Daniel Santana

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Opinião: O que será que ocorre com a empresa Suzantur

Igor Dias: O que será que realmente ocorre com a empresa Suzantur. A Suzantur, tem polêmicos assuntos envolvendo ela, como por exemplo, não cumprir a exigência de frota 100% nova, ônibus novos quebrando, a falta de manutenção e competência de cumprir o que se exige. A população está indignada com esta situação.
(Fonte da imagem: Igor Dias - Busologia Total)
Este veículo que está na imagem e o modelo CAIO Apache Vip III versão Midi da Suzantur, veículo novo estava quebrado no Terminal central de Mauá na linha 109-Miranda. Veículo Novo, ou seja, até a nova frota sofre com esta empresa, que arranca recursos para benefícios próprios, e além do mais os trucados ex-Estrela de Mauá iram operar juntos aos zero quilômetros obtidos, provando que não cumprira com o exigido.

Vamos cobrar, e vamos ver o que dá com o passar do tempo.

Exclusivo: Agora: Ônibus da Suzantur é atacado por usuário revoltado

Ônibus da Suzantur de prefixo 03-127 fazendo a linha 142-Luzitano é atacado por usuário revoltado pelo atraso que o ônibus teve. Esse homem desceu do ônibus no seu ponto desejado e  ao sair correu até a calçada pegou algumas pedras do chão e as jogou no vidro traseiro do ônibus. O veiculo estava lotado, com crianças pequenas e de colo, mas apenas pegou nas costas de uma senhora que estava em pé e no ombro de um jovem que também estava em pé, nenhum se feriu gravemente, apenas ferimentos leves. O homem fugiu do local no ato.

(Todas essas informações foram dadas por testemunhas, nenhuma garantia de verdade absoluta)

Confiram as fotos:
(Fonte das imagens: Daniel Santana - Busologia Total)

Fonte: Própria

Por: Daniel Santana

domingo, 16 de novembro de 2014

Suzantur assume mais linhas em Mauá e compra mais 22 ônibus novos

Suzantur assume mais linhas em Mauá. Empresa diz que está com outros 22 ônibus novos na garagem e que um lote de mais 31 veículos está em produção.
(Fonte da imagem: Marcelo Alves)
ADAMO BAZANI – CBN: A empresa de ônibus Suzantur anunciou que a partir deste domingo, dia 16 de novembro de 2014, passa a operar mais seis linhas que eram servidas pela VCM – Viação Cidade de Mauá. São elas:
- 035 – Condomínio Isabella.
- 073 – Oratório
- 103 – Bogus
- 108 – Aracy
- 113 – Hélida
- 125 – Olinda
A companhia de ônibus também informou que estão na garagem mais 22 veículos zero quilômetro, todos convencionais com motor dianteiro: 10 Caio Apache Vip III e 12 Mascarello Gran Via.
Somados aos 48 veículos novos comprados pela empresa neste ano, agora a frota de ônibus adquiridos zero quilômetro neste ano sobe para 60 veículos.
A meta após a assinatura do contrato de licitação em 15 de agosto de 2014 é colocar em quatro meses, a contar deste dia, 248 ônibus novos.
A empresa informou que já estão em linha de produção na encarroçadora Mascarello, em Cascavel, no Paraná, mais 31 ônibus convencionais que devem ser entregues até o final do mês. Todos são convencionais com motor dianteiro.
Também até o final de novembro, a companhia de ônibus deve operar sozinha todas 49 linhas municipais de Mauá, ao assumir os serviços remanescentes da VCM – Viação Cidade de Mauá.
A empresa de ônibus informou ainda que a partir desta segunda-feira, dia 17 de novembro, inicia uma parceria com o Sest/Senat para oferecer cursos e treinamento de qualificação aos motoristas e cobradores.
A Suzantur entrou no sistema de Mauá após um polêmico processo de descredenciamento das duas operadoras da cidade: Viação Cidade de Mauá e Leblon Transporte de Passageiros.
A prefeitura de Mauá alega que ambas empresas supostamente consultaram sem autorização dados do sistema de bilhetagem eletrônica.
A procuradora do município, Thais de Almeida Miana, em parecer, sugeriu a realização de uma nova sindicância para apurar a acusação realizada pelo prefeito Donisete Braga e o então secretário de mobilidade urbana, Paulo Eugênio Pereira. A sindicância da prefeitura, na visão da procuradora, precisaria ser mais técnica já que predominantemente tinha elementos testemunhais de pessoas ligadas ao paço.
O parecer, de 27 de junho de 2013, foi ignorado por Donisete Braga e Paulo Eugênio que continuaram o processo de descredenciamento e não fizeram um processo de apuração mais aprofundado
A prefeitura anunciou que tiraria de circulação as duas empresas de ônibus. Mas o governo de Donisete Braga só retirou de uma vez apenas a Leblon, em 29 de dezembro de 2013. Já a Viação Cidade de Mauá, de Baltazar José de Sousa, há onze meses tem cedido aos poucos as linhas.
Baltazar José de Sousa, que aluga a garagem para a Suzantur, pertence ao grupo de empresários que atua há 30 anos no ABC Paulista, formado também por Renato Fernandes Soares e Ronan Maria Pinto, dono do jornal local Diário do Grande ABC.
O descredenciamento foi visto como uma manobra para tirar a Leblon Transporte que opera no sistema de corredores BRT e estações tubo de Curitiba e na cidade de Fazenda Rio Grande, no Paraná, onde é a sede da companhia, e que não pertence a este grupo conhecido por financiar campanhas de políticos no ABC.
A prefeitura nega a manobra.
Claudinei Brogliato, dono da Suzantur, afirmou que apesar de pagar aluguel da garagem e usar ônibus que eram da Viação Estrela de Mauá, empresa fundada por Baltazar José de Sousa e depois dirigida por David Barione Neto, não possui relações com o empresário na operação dos transportes.
David Barione Neto figurou até o início do ano como representante da Suzantur em negociações com o sindicato dos motoristas e cobradores de ônibus da região, o Sintetra.
O mérito do descredenciamento da Leblon Transporte é ainda analisado pela Justiça.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

Fonte: Blog Ponto de Ônibus

Por: Daniel Santana

Scania apresenta ônibus movido a gás biometano

Ônibus da Scania movido a gás biometano vai ser apresentado em Itaipu. Combustível será produzido em granja com galinhas e bovinos.
(Fonte da imagem: Divulgação Scania)
ADAMO BAZANI – CBN: A Scania anunciou que na próxima terça-feira, dia 18 de novembro de 2015, vai apresentar no Parque Tecnológico de Itaipu, de forma oficial, um ônibus movido a gás biometano.
O biometano é um combustível obtido pela limpeza e purificação do biogás, que é produzido na decomposição de material orgânico em aterros sanitários, resíduos em água ou mesmo da criação de animais.
É considerado uma alternativa ao gás natural veicular tradicional.
O ônibus segue o padrão de restrição de emissões de poluentes Euro 6. No Brasil, desde 2012 está em vigor as normas baseadas no padrão Euro 5.
O gás biometano é menos poluente que o diesel convencional. A aplicação num motor Euro 6 não traz apenas benefícios ambientais, mas também de aproveitamento de energia e economia, mais significativos que o Euro 5.
O ônibus já foi testado em Bogotá, na Colômbia, onde as condições de tráfego por causa do relevo e da altitude exigem melhor desempenho do motor. O veículo foi fabricado na sede da Scania, na Suécia.
O biometano que será usado no ônibus é produzido na Granja Haaacke, que possui cerca de 80 mil galinhas e 760 bovinos. A capacidade de geração de gás é de 960 metros cúbicos por dia.
Em nota, a Scania explica as parcerias firmadas para o projeto:
“Este projeto é fruto da parceria entre a ITAIPU Binacional, a Fundação Parque Tecnológico Itaipu, a Scania do Brasil, a Granja Haacke e o Centro Internacional de Energias Renováveis-Biogás/CIBiogás-ER. A proposta do projeto é demonstrar a viabilidade da mobilidade a biometano obtido a partir da purificação do biogás gerado em uma atividade de produção de alimentos. Ele pode ser um combustível não convencional de alto valor para o setor de transporte, tanto em operações rurais, na movimentação da produção em tratores e caminhões, quanto na mobilidade urbana, em ônibus, caminhões de coleta de lixo, de entrega de produtos, entre outras aplicações. O ônibus Scania atende normativa Euro 6, tem 15 metros de comprimento, capacidade para 120 passageiros e dois eixos articulados de direção. “
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

UITP realiza estudo para ampliação dos trólebus na América Latina

Há 40 mil trólebus no mundo. Sistema é considerado solução de mobilidade nos países mais avançados. Especialistas criticam falta de investimentos em mobilidade limpa no Brasil.
(Fonte da imagem: Divulgação - Blog Ponto de Ônibus)
SUGESTÃO DE CABEÇA: União Internacional de Transporte Público, entidade que reúne especialistas e gestores de mobilidade urbana em 94 países, elaborou um estudo para orientar administradores públicos sobre a implantação de sistemas de transportes coletivos não poluentes, especialmente para a América Latina. Entre os especialistas há um consenso: o Brasil está atrasado quando o assunto é elaboração de polícias de mobilidade que reduzem os níveis de emissões de poluição no ar.

OUÇA A MATÉRIA: http://goo.gl/VX4Bmg

Texto:
O estudo da UITP – União Internacional de Transporte Público levou em conta os custos de implantação e operação de sistemas de ônibus elétricos e a redução dos gastos com saúde pública relacionados à poluição.
Os dados foram apresentados no congresso da entidade internacional realizado em São Paulo nesta terça-feira e serão encaminhados aos gestores públicos das principais cidades latino-americanas.
O coordenador do Grupo de Trabalho de Trólebus para a América Latina da UITP, Roberto Berkes, diz que o Brasil tem tecnologia própria de ônibus não poluentes, mas o poder público fica devendo em relação a investimentos e financiamentos.
SONORA
Atualmente o Brasil possui cerca de 300 trólebus em três sistemas, todos no estado de São Paulo. O estudo mostra que a implantação de um corredor de ônibus elétrico pode ser até um milhão e cem mil dólares mais cara por quilômetro na comparação com um corredor de ônibus comuns. No entanto, de acordo com o especialista em veículos elétricos e membro da ONG Respira São Paulo, que participou dos trabalhos, Jorge Françoso, o estudo mostra que em 25 anos, este custo inicial maior é compensado.
SONORA
Foram citados no congresso exemplos internacionais, como o programa Zeus que, com a participação do Banco Europeu e de fabricantes, criou financiamentos de 23 milhões de Euros para a renovação da frota e desenvolvimento de novas tecnologias em diversas cidades da européias.
Rosário, na Argentina, também enviou representantes para falar sobre a expansão da rede de trólebus local.
De São Paulo, Adamo Bazani.

Fonte: Blog Ponto de Ônibus

Por: Daniel Santana

Novamente licitação da área 5 da EMTU é adiada

Linhas intermunicipais da região devem continuar desatualizadas até EMTU apresentar novo contrato.
(Fonte da imagem: Ônibus e Curtição)
Mais um motivo para o morador do ABCD ficar descontente com a qualidade do transporte público entre municípios. O edital para mudar o sistema intermunicipal das sete cidades, chamado Área 5, foi novamente adiado. A Área 5 está desatualizada há mais de 30 anos.

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) planejava receber as propostas das empresas na próxima semana, mas o certame teve pedido de impugnação e a empresa não tem data para abrir o processo novamente.

O adiamento da entrega das propostas foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (06/11). Conforme a publicação, “o adiamento deve-se a pedido de impugnação ao Edital que será, a partir de agora, analisado pela EMTU. O passo seguinte é a publicação da nova data para a realização da sessão pública”.

A expectativa era que, com o novo contrato, seria possível melhorar a qualidade do serviço. A EMTU informou que a empresa que vencer a licitação pode apresentar alterações no sistema de transporte, como expandir o número de linhas e renovar a frota de veículos.

Desde 2006 a EMTU tenta abrir o processo licitatório. Porém, diversas barreiras judiciais foram impostas pelo empresário Baltazar José de Sousa, proprietário de 33 empresas que estão em processo de recuperação judicial. Na Região, circulam ônibus da Eaosa (Empresa Auto Ônibus Santo André Ltda), Viação Ribeirão Pires Ltda., Viação São Camilo e Eusa (Empresa Urbana Santo André).

A Área 5 tem 1.033 ônibus com mais de sete anos de uso. São feitas mais de 12 mil viagens por dia, atendendo 615 mil pessoas em 120 linhas. Um novo contrato deve pôr fim às concessões precárias existentes.


Por: Daniel Santana

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Vídeo M Moura: GTA Bus - Marcopolo Viale E.A.O.S.A.

O novo vídeo de nosso canal parceiro M Moura é a demonstração do Mod do Marcopolo Viale da E.A.O.S.A. (Fictício), confeccionado e postado aqui no Busologia Total.

Inscreva-se no canal M Moura

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Passageiros de Santo André vão poder acompanhar ônibus pelo celular

Passageiros de Santo André vão poder acompanhar ônibus pelo celular.Aplicativo possibilita previsão de chegada ao ponto, mostra a localização dos ônibus e o trajeto das linhas.
(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
ADAMO BAZANI – CBN: Passageiros de ônibus de Santo André, no ABC Paulista, vão poder ter na palma da mão, pelo celular ou tablet, informações em tempo real sobre os serviços municipais.Nesta quinta-feira, dia 30 de outubro de 2014, a prefeitura apresenta um aplicativo pelo qual quem usa o transporte coletivo pode ter a previsão de quando o ônibus vai passar nos pontos, saber onde estão os veículos de cada linha e ter informações detalhadas sobre as ruas e avenidas atendidas pelos coletivos da cidade. É possível saber inclusive os prefixos dos ônibus de cada linha.
Trata-se do aplicativo CittaMobi, da empresa Cittati Tecnologia. Além de acesso a estas informações pelos dispositivos móveis, o passageiro também pode fazer as consultas pela internet por computadores de mesa ou notebooks.
O aplicativo pode ser baixado gratuitamente e as informações também são de graça.
(Fonte da imagem: Reprodução CittaMobi)
No ABC Paulista, o CittaMobi está presente já nos sistemas municipais de ônibus de São Caetano do Sul e de Diadema.Os dados são enviados à central pelos aparelhos de GPS dos ônibus. Todas as empresas da cidade contam com o dispositivo. Os transportes são operados pelo Expresso Guarará, que serve o sistema de Vila Luzita, e pelo Consórcio União Santo André, formado pelas empresas Viação Guaianazes, Viação Curuçá, Viação Vaz, Transportes Coletivos Parque das Nações – TCMP, ETURSA – Empresa de Transporte Rodoviário de Santo André e Empresa Urbana Santo André.
O site da Cittati Tecnologia é:

Basta selecionar no campo indicado a cidade.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Igor Dias

ABC perde um dos pioneiros dos transportes da região

ABC Paulista perde um dos pioneiros dos transportes da região.Morreu aos 87 anos de idade o empresário Sebastião Passarelli. Ele é de uma geração na qual o investidor de transportes era acima de tudo um visionário e um desbravador.
(Fonte da imagem: Antônio Moreira)
ADAMO BAZANI – CBN: Morreu nesta terça-feira, dia 28 de outubro de 2014, o empresário de ônibus Sebastião Passarelli, aos 87 anos de idade.Considerado um dos pioneiros do setor de transportes coletivos do ABC Paulista, ele e a família fundaram ou atuaram em empresas tradicionais da região e da capital como Viação São Lucas, Viação São Victor, Viação São Luis, Empresa Auto Ônibus Circular Humaitá, Viação Campestre, Viação Bartira, E.A.O.S.A.- Empresa Auto- Ônibus Santo André -, Viação Ribeirão Pires, Viação Barão de Mauá, Viação Santa Terezinha, Viação São Camilo, Penha, Viação Tucuruvi, Viação Santa Paula, Viação São José, Expresso Guarará, entre outras.
Atualmente, ele dirigia as empresas Expresso Guarará, que opera no sistema de Vila Luzita, em Santo André, e Viação São José de Transportes Ltda com linhas intermunicipais entre as cidades de Santo André e São Caetano do Sul.
Passarelli estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein, na Capital Paulista, onde foi operado após uma fratura no fêmur.
O velório ocorre até às 10 horas desta quarta-feira na capela do hospital e o enterro será às 11 horas no Cemitério de Congonhas.
A família de Sebastião Passarelli era dedicada aos transportes de cargas e passageiros desde os anos de 1930. O pai do empresário, em 1938, fundou a primeira linha de ônibus, época das jardineiras entre São José do Rio Preto e Araçatuba.
O primeiro negócio de Passarelli no ABC Paulista foi em 1960, quando comprou a Viação São Lucas, que ligava o ABC Paulista às regiões da Vila Industrial e Parque Dom Pedro II, na capital.
Ele iniciou a carreira numa época na qual os empresários faziam de tudo e eram desbravadores. Enfrentavam lama, ruas de terra, os veículos eram de baixa tecnologia e eles dirigiam, cobravam, consertavam os veículos e administravam o negócio.
A última aparição de Passarelli à imprensa foi justamente à reportagem do Blog Ponto de Ônibus / CBN, quando apresentou em 20 de agosto deste ano em primeira mão, 15 ônibus zero quilômetro da nova geração do modelo Torino, da Marcopolo, para as linhas municipais de Santo André da Expresso Guarará.
Em 2009, Passarelli, na comemoração de oito anos do Terminal de Vila Luzita, contou sua história que revela vários fatos da memória dos transportes e consequentemente das cidades e das conjunturas políticas e econômicas, já que o setor está presente no dia a dia das pessoas e dos grandes fatos da sociedade.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Igor Dias

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Eletra é finalista em prêmio de mobilidade urbana

Companhia de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, é uma das finalistas do prêmio Mobilidade Minuto.
(Fonte da imagem: Adamo Bazani)
ASSESSORIA DE IMPRENSA ELETRA: A Eletra, empresa nacional especializada na fabricação de sistemas para ônibus não poluentes, foi selecionada para o prêmio Mobilidade Minuto, promovido pelo Instituto Cidade em Movimento. O objetivo da premiação é identificar e divulgar iniciativas da sociedade para a melhoria das condições de mobilidade nas cidades, em suas diversas dimensões: o transporte, a qualidade do espaço público, o uso das tecnologias, as novas formas de organização da sociedade civil e do trabalho, padrões de consumo mais sustentáveis, entre outras ações. Os vencedores serão conhecidos no dia 29 de outubro. Para votar, basta acessar o link


Para Iêda Maria Oliveira, gerente da Eletra, a empresa tem um compromisso com as questões sustentáveis. “Está no DNA da Eletra a busca por soluções que reduzam a emissão de poluentes na atmosfera e ofereçam melhor qualidade no transporte público para a população”, ressalta. Segundo ela, participar da seleção é um importante reconhecimento do trabalho da companhia.
Desde a sua criação, em 1988, a Eletra produz soluções sustentáveis para o transporte público. A corporação agora é referência na produção de ônibus elétrico nas versões trólebus (rede aérea), híbrido (grupo motor gerador + baterias) e elétrico puro (baterias). Hoje, a marca está presente em 300 trólebus e em 45 híbridos em operação na grande São Paulo, além de cidades como Rosário, na Argentina, e Wellington, na Nova Zelândia.
O E-bus é o mais novo produto da Eletra e foi lançado no final de 2013. O primeiro ônibus elétrico brasileiro movido 100% a baterias é resultado da parceria com as japonesas Mitsubishi Heavy Industries e Mitsubishi Corporation.
Assessoria de Comunicação.


Por: Daniel Santana

BID libera empréstimo de US$ 57,9 milhões para mobilidade em Fortaleza

Mobilidade urbana na cidade vai receber US$ 57,9 milhões de empréstimos do BID.
(Fonte da imagem: Alexander Guimarães)
ADAMO BAZANI – CBN: O BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento anunciou nesta quinta-feira, dia 16 de outubro de 2014, a liberação de um empréstimo de US$ 57,9 milhões para a mobilidade urbana em Fortaleza.
Os recursos serão usados para a criação de onze quilômetros de vias exclusivas para ônibus e vinte e dois quilômetros para ciclovias.
O prazo para pagamento é de 25 anos e a carência para o poder público começar a pagar é de cinco anos.
A contrapartida será de US$ 57,9 milhões.
A cidade de Fortaleza tem 2,45 milhões de habitantes, sendo que aproximadamente 1 milhão usam o transporte coletivo.
Em novembro deste ano deve ser inaugurada a primeira fase do BRT (sistema de corredores de trânsito rápido para ônibus) Antônio Bezerra / Centro, que ligará o Novo Terminal Antônio Bezerra ao Centro, num percurso total de 8,2 km. O trajeto total Antônio Bezerra / Papicu terá extensão de 17,4km.
Este sistema de BRT deve custar R$ 718 milhões e a maior parte das verbas virá do Governo Federal.
Os recursos do BID serão usados para outras intervenções de mobilidade.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

domingo, 19 de outubro de 2014

Grupo Evangelista adquire 139 Comil Svelto para Salvador

Grupo Evangelista adquiriu 139 Comil Svelto para renovação dos transportes em Salvador. Veículos serão encarroçados sobre chassis da Volkswagen.
(Fonte da imagem: Divulgação Comil)
ADAMO BAZANI – CBN: A Comil informou nesta quarta-feira, dia 15 de outubro de 2014, que concluiu a venda de 139 ônibus urbanos para o Grupo Evangelista, que opera em Salvador, na Bahia.
Os veículos vão ser destinados para quatro empresas do grupo: Axé, Praia Grande, Joevanza e Boa Viagem.
Os novos ônibus serão montados sobre chassi da Volkswagen/MAN – 17.230 V-Tronic, automatizados.
A entrega das novas unidades deve começar em novembro.
Hoje, o Grupo Evangelista possui aproximadamente 1.300 ônibus.
Os 139 ônibus são do modelo Comil Svelto, com comprimento total de 13,2 metros.
Os veículos têm 40 lugares para passageiros sentados, contanto com assentos preferenciais, além de espaço para cadeira de rodas. Para o acesso de quem depende deste equipamento, o ônibus oferece elevador automático. A iluminação interna é com lâmpadas de Led. Cada ônibus terá quatro letreiros e três portas, uma para embarque e duas para desembarque.
Os ônibus Svelto serão “personalizados” para a realidade dos transportes de Salvador, segundo a Comil. Para isso, a fabricante de carrocerias diz que desenvolveu mais de 30 itens especiais, como para-choque traseiro com ângulo maior.
“Trabalhamos forte junto com o cliente para oferecer um carro adaptado às necessidades de rodagem locais com a expectativa de reduzir manutenções desnecessárias e aumentar a vida útil do conjunto carroceria/chassi’’, disse em nota, o engenheiro de vendas da Comil, Luciano Tedesco.
O Grupo também adquiriu 10 micro-ônibus Piá da Comil.
O consultor de negócios da Comil na região, Paulo de Lara, conta que vendas como esta para grandes grupos estimulam o crescimento da encarroçadora no mercado geral de ônibus, já que acabam servindo de “vitrine” para outras empresas.
“Este negócio foi muito importante para retomarmos a parceria com o Grupo Gevan, e também nos possibilitou participar como fornecedor de ônibus para o segmento de fretamento, o qual o Grupo também atende”.
O diretor do Grupo Evangelista, Lucas Carvalho de Souza,afirmou que o pós-venda da encarroçadora, com garantias de manutenção e assistência, também chamou a atenção na hora da escolha do modelo.
“Conhecemos um ônibus com carroceria Comil de perto e já pudemos perceber qualidade no produto, e isso foi importante porque de fato não conhecíamos a carroceria da Comil. Isso, combinado com uma proposta de preço competitiva, além do comprometimento do pós-venda com o grupo e com o mercado e atendimento de alguns pontos de melhoria no produto, colocaram a carroceria da Comil em primeiro lugar em nosso critério de avaliação”
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

Atenção para as alterações nos transportes por causa do horário de verão

Ônibus rodoviários não terão partidas programadas entre 00h00 e 00h59 por causa do horário de verão nos principais terminais de São Paulo. Já os serviços urbanos vão operar por mais uma hora.
(Fonte da imagem: Daniel Santana - Busologia Total)
ADAMO BAZANI – CBN: Passageiros dos transportes urbanos e rodoviários devem estar atentos em relação às alterações nos serviços por causa do horário de verão, que entra em vigor na virada de sábado para domingo.
O Metrô e os trens da CPTM que de sábado para domingo operam até a uma da madrugada vão funcionar até às duas horas da manhã do horário de verão.
No domingo, a abertura das estações já segue o novo horário. As estações abrem às 4h40 da manhã. Neste domingo, a exceção é a linha 5 Lilás do Metrô, que não opera até às 9 horas para obras programadas de manutenção.
Os ônibus municipais de São Paulo que também possuem partidas programadas após a meia noite terão uma hora de operação a mais. Isso porque, muitos passageiros entram no trabalho ainda no horário habitual e só saem já quando estiver em vigor o horário de verão.
Já quem vai usar ônibus rodoviários intermunicipais e interestaduais que servem os terminais do Tietê, Jabaquara e Barra Funda precisa conferir a passagem. De acordo com a administradora destas rodoviárias, a Socicam, não haverá partidas programadas entre 00h00 e 00h59.
As partidas programadas para até 23h59 seguem o horário habitual. Já a partir de 01h00, os ônibus obedecem ao horário de verão.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.


Por: Daniel Santana

Marcopolo lança Torino Articulado

Inicialmente, Torino articulado vai operar no Rio de Janeiro.
(Fonte das imagens: Divulgação)
ASSESSORIA DE IMPRENSA - MARCOPOLO: Caxias do Sul(RS) – 13 de outubro de 2014 – A Marcopolo Rio, unidade da Marcopolo S.A. especializada na produção de ônibus urbanos, iniciou a fabricação do Novo Torino Articulado. O veículo tem capacidade para transportar mais de 130 passageiros e será fornecido inicialmente para os SistemasTransoeste e Transcarioca, da capital fluminense.

Segundo Alberto Calcagnotto, diretor da Marcopolo Rio, este é o primeiro ônibus articulado fabricado na unidade carioca. “Demos um grande passo com a fabricação deste modelo. O Rio de Janeiro é o centro de excelência da Marcopolo em ônibus urbanos, porém os veículos articulados e biarticulados eram feitos na unidade Ana Rech, de Caxias do Sul. Investimos mais de R$ 40 milhões na Marcopolo Rio nos últimos anos, para atualizar e modificar a fábrica. Agora, estamos prontos para atender a demanda dos sistemas BRT das cidades de diversos estados”, explica o executivo.

Com chassis Volvo B340 MA e comprimento total de 20,39 metros, o Novo Torino Articulado foi desenvolvido para atender o padrão definido para o município do Rio de Janeiro. O modelo apresenta visual moderno e tecnologia aplicada a favor da funcionalidade, conforto e segurança, com sistema multiplex redesenhado, painel de instrumentos com tela colorida de LCD de 3,5 polegadas e sistema de ar-condicionado opcional. Também conta com novos conjuntos ópticos traseiro e frontal que incluem luz diurna, que agrega mais segurança no trânsito urbano.

O Novo Torino Articulado foi concebido para oferecer conforto e segurança para os passageiros, menores custos operacional e de manutenção, além de mais ergonomia e praticidade para motorista e cobrador. Para os passageiros, o conforto e a segurança foram ampliados, com maior largura interna, que garante amplo espaço para circulação, e iluminação interna em LEDs. As poltronas City são ergonômicas e contam com novos apoios de cabeça, além de nova decoração. O veículo também dispõe de opção de poltronas com encosto alto. Outra inovação é o sistema de campainha com acionamento de chamada de parada por botão (sem fio). O modelo tem ainda cinco poltronas preferenciais para idosos, gestantes e/ou portadores de necessidades especiais e elevador automático e espaço dedicado para cadeirantes.

O Novo Torino Articulado oferece mais conforto térmico e acústico, com insuflador para o motorista e o cobrador, e novo janelão com mais eficiente captação de ar. A posição do motorista foi redesenhada e dispõe de ampla área para o painel de controle, além de console com porta-objetos.

Outras novidades que proporcionam menor custo de manutenção e facilitam a limpeza são o assoalho, dividido em painéis removíveis, e os pés das poltronas tipo cantilever, que permitem a realização de reparos no piso, sem a necessidade de remoção das poltronas. Os revestimentos da carroceria também são de fácil limpeza, alta durabilidade e baixo custo de reparação.


Por: Daniel Santana